O SELO SOLAR

 

 

 

 

 

Mensagem recebida às 19 horas do dia 17.9.2005 numa mesa redonda entre 6 pessoas no Convento da Serra da Arrábida onde se falava de vários assuntos de ordem espiritual e sobre os acontecimentos na Terra necessários para uma Nova Era Universal.

O cenário ao fundo era o Oceano Atlântico e a conversa completou-se já ao fim do dia com a Lua Cheia a surgir no horizonte reflectindo sua luz branca sobre as águas do mar. Um dos presentes entrou em transe e psicografou a seguinte mensagem:

 

Saudações Eternas,

Eis o Selo do Cosmos sobre a Távola Fraternal!

Eis a passagem do Testemunho ante a Realeza do Cosmos e a Realeza Terrestre!

Eis-vos Irmãos, reencontrados entre Passados e Futuros, o Sonho revivido, inspirado por Nós, completado por Vós.

Roda o Selo na Engrenagem Celeste, rodam os Corações na Magia do Ser, ao Plano Invicto, segredado do antes, para o Agora.

Irmãos do Ser, sorriam pelo Dia do vosso rever.

Sorriam Guardiães, que como Chaves do Selo marcam a diferença.

Aos poucos as pontas se unirão, as peças encaixarão no sentido próprio, ao Portal a Despertar.

Força hercúlea, não desta Terra ou Tempo.

Bem vindos Irmãos, à Plataforma desvelada, no Silêncio da mente, na Paz do Coração.

Aguardai, resguardai-vos, mas circulai em Serviço, pelos acasos que não são.

Sois ouvidos, acompanhados e inspirados.

Continuai bem irmãos, para o Belo e Maravilhoso que vos espera!

Bem hajam.

PAX-ETERNA.

 

A Entidade ou Seres de outra dimensão não revelaram sua identificação, pouco importando  nomes e sim a passagem de testemunho de algo belo que todos sentimos em nosso coração.

Pausa para reflexão!

Rui Palmela

 

 Voltar à pagina Mistérios da Serra da Arrábida