O CASO ROSWELL

 

 

     O Caso de Roswell teve a ver com a queda de uma nave alienígena num rancho do Novo México no dia 5 de Julho de 1947 que as Forças Militares norte-americanas interditaram de imediato, afastando do local os curiosos (até mesmos os proprietários do terreno), procedendo rapidamente á recolha do artefacto voador bem como os corpos dos seus tripulantes, alguns ainda vivos. Tudo teria sido levado para parte incerta, que hoje parece estar relacionada com a célebre “Área 51”,  sabendo-se que mantiveram em cativeiro por algum tempo seres de outro Planeta que o governo sempre negou mas promulgou uma lei que proibe até hoje qualquer contacto de cidadãos norte-americanos com seres alienígenas, havendo pesadas multas para quem o faça sem qualquer autorização. Isto é um ABSURDO, mas revelador de que "eles" existem e andam mesmo por aí...

   O video abaixo faz um resumo histórico do acontecimento pela voz de um oficial dos EUA,  Philip Corso (falecido em 1998), que faz revelações polémicas no seu um livro  "O Dia Seguinte a Roswell" publicado em 1997, com material suficiente que gera controvérsia sobre o assunto. Ele revela tudo o que viu e acompanhou desde a recuperação da nave alienígena e os seres que foram recuperados no seu interior.

A entrevista foi feita no seu quarto de hotel na manhã de sábado do dia 05 de Julho de 1997 pelo editor da CNI Michael Lindeman e estiveram presentes o seu filho  Philip Jr. e William Birnes, co-autor com o Coronel Corso do livro "The Day After Roswll" publicado nesse mesmo ano.

Aqui fica a entrevista:

 

 

 

Voltar