Escutam?

do Centro da Terra, do coração templar de Gaia um Som aconteceu...
miríades de cristais nascerão para religar-nos ao Novo Momento...
são sólidos incandescentes, micro-diamantes do Eterno em nós...
deles jorrarão para dentro de nossos núcleos a Paz Samânica...

Vês meu irmão?

do ponto central da Galáxia, Pégasos da Nova Consciência pousam sobre ti a Nova Instrução...
chaves de ouro não cessarão de abrir em tua mente o Espelho da mais pura intuição...
os ventos da transfiguração já alcança-te e a entrega será agora o teu traje imorredouro...

Sentes meu irmão?

o fogo do Espaço forjar em tua matéria a Lúcida Compreensão do Amor...
as Estrelas entoarem a tua melodia infinitamente e velarem pela Pureza do teu Coração Humano...

Integras meu irmão?

o Planalto dos Espelhos, comunica um Cromo, uma Textura, uma Dimensão da Nova Raça em ti...
saber receber a Nova Aurora, silenciosamente é assumir tua identidade Cósmica sem alardes. 

 

(Poema de Bárbara Meyer)

 

 

 "QUANDO ÉRAMOS SOIS"