A BIBLIA E OS EXTRATERRESTES

 

Dizem alguns estudiosos do assunto que toda a vida na Terra, incluindo o homem, foi criada por uma raça de Seres Superiores com domínio perfeito da engenharia genética e do ADN, conhecidos por os Elohim, que a própria Bíblia refere.

Com efeito, Deus teria dado ordens a esses Seres dizendo: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme à nossa semelhança...” (Ver Génesis, 1:26), ou seja a espécie humana teria sido iniciada nessa altura, ao 6º dia da Criação,  e todas as instruções foram dadas para que evoluisse no verdadeiro sentido, porém o homem teria desobedecido. A história do Adão e Eva é uma referência a esse acontecimento por muitos ainda  hoje desconhecido.

Efectivamente a palavra Elohim significa na linguagem hebraica “aqueles que vieram do céu”  e poderão voltar de novo no final dos tempos na companhia de grandes mensageiros que  enviaram à Terra em épocas diferentes, tais como Jesus, Moisés, Buda e Maomé que estão vivendo actualmente noutras dimensões do Universo.

Claude Marcel Vorilhom, mais conhecido por Rael, lidera actualmente um movimento de seguidores, os “raelianos”,  e diz ter a missão de criar uma embaixada no nosso planeta para receber os “Elohim”,  chegando mesmo a publicar um livro A MENSAGEM DOS EXTRATERRESTES,  assumindo-se como uma espécie de novo Messias de todas as religiões do mundo.

Independentemente de ser verdade ou não tudo o que escreve ou diz nas suas palestras sobre os Elohim, o facto é que a Bíblia está cheia de registos ovniológicos ou manifestações extraterrestes ao longo do Velho e do Novo Testamentos.

O próprio Jesus Cristo teria sido contactado no alto do Monte Tabor quando subiu ali para ‘orar’ na companhia de 3 discípulos que viram depois a sua ‘transfiguração’, tendo brilhado seu rosto e vestes como se uma luz intensa fosse projectada sobre ele naquela noite. Depois apareceram dois varões com quem Jesus se pôs a falar e os discípulos confundiram com Moisés e Elias (já falecidos) não sabendo o que diziam, tendo até proposto fazerem um tabernáculo para todos pernoitarem no local (lógico que não eram espíritos) mas entretanto desceu uma “nuvem luminosa” sobre eles, tendo todos entrado nela (na nave) e os discípulos temeram. Esta é uma descrição perfeita de um contacto alienígena na linguagem actual!

Doutro modo, não é por acaso que existe hoje uma construção tipo Ovni junto ao lago Tiberiades no local onde vivia Pedro, tendo sido ele um dos discípulos que esteve com Jesus naquela noite no alto do Monte Tabor.

 É preciso saber decifrar alguns enigmas bíblicos com uma linguagem moderna, livre de dogmas e fantasias religiosas que impedem as pessoas de raciocinar e conhecer a verdade que liberta da ignorância em que vive ainda grande parte da nossa Humanidade. Os seres Extraterrestres existem e sempre existiram ao longo dos tempos, embora alguns casos possam ser  "Intraterrestes", ou seja uma civilização avançada no interior da Terra desde o tempo da lendária Atlãntida, conhecida há milhares de anos pelos mestres hindus e monges tibetanos, referida também por diversos autores ocidentais.  

Portanto, voltando ao assunto em título,  é curiosa a própria posição actual da  Igreja Católica Romana que  já admite a vida alienígena oficialmente pela voz do padre Gabriel Funes, Director do Observatório Astronómico Specola Vaticana, que afirma:

 “Deus pode ter criado seres inteligentes em outros planetas do mesmo modo como criou o universo e os homens. Como existem diversas criaturas na Terra, poderiam existir também outros seres inteligentes, criados por Deus”.

  E mais conclui que: “possíveis habitantes de outros planetas devem ser considerados como nossos irmãos”...

 Um outro teólogo do Vaticano, Monsenhor Corrado Balducci, chegou mesmo a dizer o seguinte:

“O contacto extraterreste é um fenómeno real. O Vaticano está recebendo muitas informações sobre os extraterrestes e seus contactos com humanos, desde suas embaixadas em vários países como o México, Chile e Venezuela”...  

 

 Isto é de facto surpreendente nos tempos que vivemos, pois a Igreja está reconhecendo algo que antes não admitia, mostrando mais abertura e entendimento destas coisas que podem ajudar a perceber melhor certos enigmas ou descrições bíblicas de outros tempos.

A verdade é que cada vez mais se fala de Extraterrestes e Ovnis nos tempos modernos, cujos avistamentos se multiplicaram nas últimas décadas, testemunhados de resto por milhares de pessoas em todo o mundo, sendo facto que alguns paises já reconheceram oficialmente a sua existência, enquanto outros evitam falar sobre o assunto ou distorcem propositadamente qualquer noticia a esse respeito.  

Os Serviços Secretos norte-americanos, por exemplo, tornam impossivel qualquer acesso a informação classificada sobre os  Ovnis que nem os Presidentes dos EUA Jimmy Carter, Ronald Regan, Bill Clinton e Barack Obama, conseguiram tornar público como desejariam fazê-lo.

Mas isso é irrelevante para os tempos que vivemos, pois já existe muita informação transmitida de várias formas aos seres humanos que estão sendo preparados para um eventual Contacto com seres de outros Mundos que aparecem sempre em épocas críticas no Planeta, hoje como nos tempos bíblicos, cuja finalidade é ajudar a Humanidade evitando a sua própria extinção perante os  “tempos dificeis” que se aproximam e Jesus falava no seu Sermão.

Penso que eles sabem o que a Terra vai passar e têm já preparado um “Plano de Resgate” para intervir no tempo certo antes que seja tarde! A Bíblia fala mesmo de um ‘arrebatamento’ pelos ares (ver Tessalonicenses I, 4:17)  relacionando certamente uma Intervenção Extraterreste.

Rui M. Palmela

 

 Voltar